Moogle Nest

Wednesday, September 24, 2008

Da multiplicidade da autora;

Pediram – vindo do meu próprio interior – que eu escrevesse um texto bem longo e bem introspectivo sobre algum assunto. Este interior então me serviu como ponto de partida em direção a lugar nenhum.
Meu problema é que tenho muita vontade e pouca força, me falta associar os dois. Quero escrever mas não confio nas minhas palavras. Tenho medo do poder delas, do que elas causam em mim, do que elas causam aos outros. Tenho medo do que elas podem fazer se eu as deixar sair. É medo demais em uma pessoa só; por isso, eu me multiplico.
(Existem, pelo menos, três Julianas diferentes. As três vivem em uma dúvida eterna de quem é a melhor para comandar a máquina e não chegam a absolutamente lugar nenhum.)
Quero escrever um livro, um roteiro, uma ficção. Um livro, um roteiro, uma ficção; daqueles que apertam o gatilho da consciência armada do autor. Os autores mais reveladores e profundos que já li são os que são armados contra a sociedade. Seria contra a sociedade ou contra si mesmos?
(Minha premissa de ir a lugar nenhum foi concretizada, suponho.
A multiplicidade me engana.)


ps.: a repetição de um termo ou expressão serve para tentar elucidar uma dúvida do e no autor, reflita.

Labels:

3 Comments:

  • Faça um deathmatch com as 3 =)
    e depois o mundo.

    By Anonymous Guilherme, At 12:30 PM, September 25, 2008  

  • Talvez o importante seja assumir essas multiplicidades ímpares como método produtivo trialético, e não impasse resolutivo áporo da forma tal como a que você conduz.

    A ficção nasce mais por necessidade (não sei de quem) do que por vontade: diz-se x, na verdade é y, atinge-se z -> chamo de plano cartesiano.

    By Blogger Cidadão ³, At 10:31 AM, September 27, 2008  

  • Joga esse medo no lixo! e escreve uma texto, uma poesia, qualquer coisa, mas com fluência de um brainstorm e veja o que acontece. Ser contra a sociedade é ou não é inerente ao ser. Ou você é contra ou não é! não há escolha é destino!

    By Blogger Perdição, At 8:11 PM, September 27, 2008  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]



<< Home